Após a preparação de todo processo prévio à concretagem da laje, conforme explicado no texto etapas da obra # 12, é o momento de preencher a mesma de concreto.

Esta etapa requer significativa atenção. A laje é concretada e nivelada num processo único e contínuo, ou seja, esta etapa é toda executada de uma só vez, num único serviço.

Antes de iniciar o processo, é importante conferir se todas as tubulações das instalações que devem ser concretadas com a laje estão no devido lugar e bem amarradas, se as estruturas estão bem colocadas e se não há pontos de vazamento, inclusive na contenção lateral.

Tudo que puder ser conferido para evitar surpresas problemáticas durante a concretagem deve ser listado e revisto antes do início do processo.

Considerando a opção de laje adotada, pré moldada, o processo em si, se dá da seguinte forma: o concreto é lançado sobre a estrutura pré fabricada (manualmente ou bombeado), à medida que o concreto é lançado, ele é nivelado através da utilização de réguas, após a concretagem e nivelamento a laje deve passar por um período de cura antes de seguir com as etapas seguintes da construção.

wp_20150527_005
Início da concretagem. Planejada dos fundos para frente da edificação.

Alguns detalhes são importantes, como:

  • A laje deve ser executada integralmente, de uma vez, num único dia.
  • O concreto utilizado deve ser estrutural, conforme indicação de projeto.
  • O lançamento do concreto deve partir de um ponto pré determinado e ser linear a partir deste ponto. Como dos fundos para frente da construção, por exemplo (mais usual no caso usinado devido a movimentação da mangueira de bombeamento). Isso deve ser feito para que o processo seja uniforme e eficaz, uma vez que a laje deve ser um elemento único e depois de lançado e nivelado não se pode transitar sobre o concreto.
  • O concreto lançado deve ser preferencialmente vibrado à medida que é lançado, principalmente se o processo for manual. O próprio bombeamento e a mistura no caminhão betoneira deixam o concreto bem homogêneo e de fácil acomodação onde for lançado, contudo, a vibração melhora a acomodação da massa.
  • Durante a secagem, a laje deve ser molhada com frequência nos primeiros dias para que o concreto não trinque durante o processo de cura e não comprometa assim sua função estrutural.
wp_20150527_011
Concreto sendo regularizado e nivelado enquanto a mangueira é movida.

Na obra apresentada como exemplo, a concretagem foi agendada para uma sexta feira, assim, os dois primeiros dias de cura foram os dias do final de semana. Isso favoreceu o andamento da obra já que não houve interrupção no serviço nem procrastinação por causa desta cura. (Durante o final de semana a laje foi molhada de 8 em 8 horas).

A opção adotada para o caso foi o concreto usinado bombeado. A escolha foi pautada na rapidez e eficiência do processo, havendo bastante controle de qualidade sobre o mesmo.

Financeiramente não houve muita diferença no investimento ao comparar com o orçamento do custo do processo de lançamento manual. Contudo, o processo que durou menos de duas horas permitiu que no restante das horas do dia, a equipe de obra pudesse trabalhar normalmente.

Juntamente com a laje, a escada da edificação também foi concretada durante o processo. Volume que teve que ser calculado previamente e incluso ao pedido da mistura usinada.

Laje e escada juntas resultaram num volume de aproximadamente 6m³.

wp_20150527_017
Escada concretada.

Após dois dias de cura a laje e a escada ficaram conforme as fotos abaixo:

wp_20150603_002
laje após dois dias de cura. (reparar que ainda estava sendo molhada).
wp_20150603_003
Escada após dois dias de cura.

Gostou do conteúdo? Agregou valor? Deixe suas considerações abaixo e tire dúvidas através dos comentários.

Se você não segue o blog ainda, coloque seu email abaixo para receber conteúdo em primeira mão. Basta clicar em follow e inserir seu email!

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Advertisements