Independente de estar pintando pela primeira vez ou renovando a sua pintura, existem passos que garantem um resultado melhor e mais duradouro. Esses passos representam o processo ideal e a longo prazo, geram uma equação mais vantajosa entre custo e benefício, mantendo alta qualidade por mais tempo e necessitando de menos manutenção.

Por outro lado, custo benefício é relativo e depende da capacidade de investimento, então, com a sabedoria sobre o processo, fica mais fácil avaliar a melhor decisão de investimento para seu caso, que lhe trará melhor custo benefício. Uma decisão embasada em informação sólida.

Entre a primeira pintura e a renovação, a diferença essencial é que alguns passos do preparo, da base da pintura (os que tem intuito de nivelamento e uniformização) podem ser pulados por já terem sido executados, por outro lado, alguns outros cuidados devem ser tomados para garantir bom resultado no acabamento (serão apresentados mais adiante).

Basicamente existem duas etapas e essas etapas se dividem em preparo (base) e acabamento. A primeira, influencia diretamente na qualidade e na durabilidade da posterior.

Este texto foi elaborado para facilitar o entendimento do conceito do processo de pintura de uma parede de alvenaria ou gesso acartonado e a partir deste processo ficar mais clara a identificação dos resultados esperados, bem como possibilitar escolhas lúcidas quanto ao investimento no processo e avaliação das melhores propostas de serviço.

black woman with a paint bucket
Imagem 1 – Ver créditos

Observação: É muito comum encontrar orçamentos com diferenças muito grandes de valor para serviços de pintura. Muitas das vezes, a diferença pode ser justificada pela eliminação de alguma das etapas, ou simplesmente a execução incompleta ou ineficiente desta etapa, o que diminui o tempo de execução e consequentemente o valor da mão de obra. Diminui o valor de investimento inicial mas também diminui a qualidade e durabilidade do serviço. Um serviço incompleto ou menos eficiente será refeito com frequência muito maior do que um serviço mais detalhado.

Os passos são:

1 – Lixar (uniformizar a parede)
2 – Selar (impermeabilizar)
3 – Nivelar e uniformizar
4 – Selar novamente
5 – Acabar

Bom, agora que já foram apresentadas as etapas e os passos, segue a descrição de cada um para possibilitar o melhor entendimento de sua importância no processo.

Serão descritas as etapas, passos e links de referências de produtos de 3 marcas que tem destaque no mercado, com a ficha técnica de cada produto, com aprofundamento de suas características.

ofdz660
Imagem 2 – Ver créditos

1 – Etapa de preparo da superfície para o acabamento:

O preparo da superfície consiste da sua adequação para o melhor resultado de acabamento. Este preparo impermeabiliza, uniformiza, nivela e cria camadas protetoras que melhoram o comportamento dos produtos utilizados ao longo dos anos, assim como aprimoram as possibilidades da qualidade estética. No caso das superfícies de gesso acartonado, o passo inicial é o 1.3.

1.1A superfície deve ser lixada. O reboco ou o emboço deve ser lixado. Isso melhora o acabamento, remove o excesso de grãos superficiais e acarreta em melhor rendimento dos produtos por melhorar a aderência dos mesmos ao uniformizar a superfície.

Dica: para um acabamento melhor, mais duradouro e gerar economia de produtos de preparo, peça ao mestre de obras para executar uma massa fina (reboco esponjado) na parede antes de iniciar o processo de preparo da superfície para a pintura em si. Esta técnica é a aplicação de uma fina camada de concreto que é uniformizada com a ajuda de uma esponja molhada, utilizando de movimentos circulares.

1.2 – Aplicar selador acrílico: Tem o intuito de selar a superfície, preenchendo e protegendo a tinta a ser aplicada contra umidade e aumentando o rendimento da mesma, diminuindo a absorção dela pela superfície. É utilizada diretamente no reboco, concreto, massa fina ou blocos de concreto. Mesmo sendo aplicada uma massa niveladora e uniformizadora após a superfície ser selada, influencia na durabilidade da tinta a longo prazo, conforme motivo descrito anteriormente.

É aplicada com rolo de lâ de carneiro, apenas uma demão, tanto no interior quanto no exterior, com rendimento de 80 a 120m2 por lata de 18L.

“(…). Indicado para paredes novas, o Selador Acrílico impermeabiliza e uniformiza as mais diversas superfícies de alvenaria devido ao seu poder selante e ótima aderência. É um fundo de cor branco fosco, diluível em água e de rápida secagem. Com grande poder de preenchimento e cobertura, pode ser aplicado em ambientes internos e externos e prepara a superfície para os demais cuidados que sua parede necessita.” (Texto presente no site da Coral – link abaixo)

Links de seladores:

https://www.coral.com.br/pt/produtos/selador-acrilico#?selectedColor=1198736/csid=627570/id=1198736
https://www.suvinil.com.br/pt/produtos/ideal/16/suvinil-selador-acr%C3%ADlico.aspx
http://www.eucatex.com.br/pt/tintas/tintas-eucatex/produto?id=105

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Imagem 3 – Rolo de pintura – Ver créditos

1.3Aplicar massa niveladora e uniformizadora – massa corrida (interior) ou massa acrílica (exterior): a massa tem o intuito de nivelar e corrigir as imperfeições da parede, dando a ela o aspecto liso e uniforme. É uma base para a aplicação da tinta que a protege e potencializa seu rendimento. A principal diferença entre a corrida e a acrílica se dá à resistência à umidade da massa acrílica.

É aplicada com espátula e desempenadeira em 2 ou 3 demãos geralmente, lixada, limpada e conferida. Rende de 40 a 50 m2 por demão em caso de aplicação sobre concreto ou até 60 m2 por demão em caso de superfícies seladas e repintura

Quanto menos nivelada a parede estiver, mais massa será consumida. (isso demonstra a importância de serviços bem executados).

Uma alternativa para a massa corrida é o gesso (utilizado antes da produção da massa corrida), com grande maleabilidade, além de baixo custo, perde em resistência à umidade e, apesar da fácil aplicação, tem que ser preparado antes (misturando o pó do gesso à água).

Dica: Com uma lâmpada é possível conferir o resultado do nivelamento a partir das sombras que são geradas ou não na superfície.

“(…) é indicada para uniformizar, nivelar e corrigir pequenas imperfeições em superfícies internas de alvenaria e concreto. Com alto poder de enchimento, elevada consistência, ótima aderência, sua secagem é rápida e seu odor é baixo.” (Texto presente no site da Coral sobre a massa corrida – link abaixo)

Links de massa corrida:

https://www.suvinil.com.br/pt/produtos/ideal/9/suvinil-massa-corrida.aspx
https://www.coral.com.br/pt/produtos/massa-corrida#?selectedColor=1198736/csid=627570/id=1198736
http://www.eucatex.com.br/pt/tintas/tintas-eucatex/produto?id=107

1.4Aplicação do fundo preparador para parede ou de liqui-base – tem o intuito de criar uma nova camada impermeabilizante entre a massa corrida e a tinta, selando a massa e protegendo a tinta. pode aumentar a durabilidade da pintura em significativos anos. É uma etapa que muitos pulam, mas esta tem muita importância e eficiência a longo prazo.

Tem uma função parecida com a do selador acrílico, porém sua composição é bem diferente, sendo ideal para a utilização indicada. (vide NBR 11702 da ABNT de 07/2010 – Tipo 4.1.1.5, 4.1.2.7 para o fundo preparador e tipo 4.1.2.6 para selador acrílico)

Deve ser aplicado com rolo de pelo de carneiro, tem rendimento de 180 a 220 m2 por lata de 18L e necessita de apenas uma demão por aplicação.

“(…) é indicado para uniformizar a absorção, selar e aumentar a coesão de superfícies externas e internas como reboco fraco, concreto ou reboco novo, pintura descascada ou calcinada, paredes caiadas, gesso e  fibrocimento. É um produto de grande poder de penetração e de fácil aplicação que proporciona ótima aderência para os acabamentos. Sua formulação, à base de água, oferece um produto com baixíssimo nível de odor, além de evitar a perda das ferramentas de aplicação” (Texto presente no site da Eucatex sobre o fundo preparador – link abaixo)

Links de fundos preparadores:

https://www.suvinil.com.br/pt/produtos/ideal/14/suvinil-liqui-base.aspx
https://www.coral.com.br/pt/produtos/fundo-preparador-base-agua
http://www.eucatex.com.br/pt/tintas/tintas-eucatex/produto?id=106

2 – Etapa de acabamento da pintura:

O termo acabamento da pintura se dá à pintura em si, é o aspecto estético final que a superfície terá. Este aspecto pode ser texturizado ou não.

Além da questão estética, o acabamento tem aspectos funcionais importantes que devem ser considerados na escolha dos produtos a serem utilizados. Isso é dito uma vez que as tintas podem ser produzidas com propriedades aprimoradas em função do tipo de ambiente, do tipo de clima ou outras características do local onde serão aplicadas: maior resistência à umidade, melhor resistência contra bactérias, lavável, mais rendimento, melhor aderência, melhor elasticidade, etc.

A textura simplesmente dá uma característica estética ao acabamento.

how-to-paint-walls
Imagem 4 – Cores sobre fundo branco – Ver Créditos

Existem acabamentos texturizados com características que se assemelham desde tecidos à bambu e cimento queimado, resultados alcançados com ajuda de uma massa modeladora e ferramentas específicas complementares ao produto.

Os acabamentos das tintas, além das opções de cores, funções específicas e uso, conforme citado acima, se classificam quanto ao brilho: fosco, semi brilhoso e brilhoso.

Dica: Os produtos de acabamento tem valor muito elevado se comparados aos de preparo da superfície. Portanto, além de gerar maior durabilidade no resultado final, os produtos de preparo diminuem a quantidade necessária do produto de acabamento, resultando em economia. O custo de aplicação se torna mais elevado sim, por outro lado, a manutenção a longo prazo se torna mais vantajosa: a pintura dura mais e tem manutenção simplificada.

Para que não haja dúvida na hora de pesquisar um produto, é importante saber a diferença de aplicação entre látex, acrílicos e esmaltes: os látex (utilização apenas internamente) e acrílicos (possuem resina e podem ser usado interna e externamente) são indicados para paredes de alvenaria e gesso, já os esmaltes, para madeiras e metais.


Créditos das imagens:
Imagem 1 – Designed by Freepik
Imagem 2 – Designed by Freepik
Imagem 3 – http://pt.freeimages.com/photographer/hytek-31113
Imagem 4 – http://www.zaiohardwood.com/wp-content/uploads/2015/01/how-to-paint-walls.jpg


Gostou do conteúdo, achou que agregou valor? Indique para um amigo e siga o GM!

Caso tenha alguma dúvida, deixe suas considerações na aba de comentários.

Coloque seu email abaixo para receber conteúdo em primeira mão. Basta clicar em follow e digitar seu email!

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Advertisements