Investir em construir pode virar uma grande dor de cabeça se não for um processo conduzido de forma consciente e planejada, focado em ser eficiente.

Prejuízos podem alcançar números muito indesejados em construções sem planejamento ou com planejamento indevido.

Ociosidade, retrabalho, resultados que não atendem as expectativas são só alguns dos problemas a serem encarados. Isso para não falar da ilegalidade do processo que pode gerar problemas muito maiores do que apenas financeiros.

Então, se vai construir, trabalhar ou investir no setor, deve estar preparado a encarar um processo detalhado e trabalhoso, que exige muita responsabilidade e tempo de acompanhamento.

Como ninguém gosta de prejuízos e de passar por situações desagradáveis, seguem algumas dicas para ajudar a focar nos pontos e decisões mais importantes do processo construtivo, não pisar na bola e ainda economizar, são 8 dicas inteligentes para economizar ao construir!

Seguindo apenas as primeiras duas, já pode chegar a economias de até 20%!

São elas:

  1. invista em um arquiteto.
  2. não economize em planejamento, contrate projetos complementares.
  3. saiba onde investir mais para investir menos a longo prazo.
  4. consulte preços em lojas especializadas, faça mais de um orçamento e não compre em cima da hora.
  5. faça seu dinheiro render, se não há desconto à vista, divida para poder ter sempre recursos em caixa e poder aproveitar oportunidades de momento.
  6. negocie: descontos à vista e cobertura de propostas.
  7. fique de olho em marcas que querem ser a líder de mercado.
  8. estoque com segurança.

Agora que já sabe quais são as dicas, saiba um pouco mais sobre cada uma delas.

1 Invista em um Arquiteto

Segundo Lacombe e Heilborn (p.162), planejamento “pode ser visto como: (a) a determinação da direção a ser seguida para alcançar um resultado desejado ou como (b) a determinação consciente de cursos de ação, isto é, de rumos. Com base em objetivos, em fatos e na estimativa do que ocorreria em cada alternativa. Em resumo, planejar é, portanto, “decidir antecipadamente o que fazer, de que maneira fazer, quando fazer e quem deve fazer”.

O planejamento arquitetônico é o ponto de partida de qualquer planejamento de edificações e o Arquiteto é de longe o profissional mais adequado para executar este trabalho.

architecture-1216049-1919x1278

Ao planejar antecipadamente o que fazer e de que maneira fazer, a execução do seu projeto será linear e direcionada a um objetivo concreto e específico, o que te levar a adquirir apenas o necessário para tal.

O investimento em um projeto arquitetônico é de apenas 3% (em média) e pode te levar a economias de mais de 10%.

Lembre se que o projeto arquitetônico devidamente registrado e aprovado é obrigatório em uma obra legal!

2 Não economize em planejamento, contrate projetos complementares

Da mesma forma que o arquiteto é o profissional mais indicado para a execução do seu projeto arquitetônico, nenhum outro substitui o engenheiro quanto aos projetos complementares principais.

Quais são os principais projetos complementares? Projetos estrutural, elétrico, e hidrossanitário. Existem outros como o de iluminação, paisagismo, gás canalizado, proteção contra radiação (sala de raio-x de hospitais, por ex.), ar condicionado, incêndio, etc., que tem suas responsabilidades específicas a arquitetos, engenheiros e afins, dependendo do campo.

Estes projetos são detalhamentos do que foi planejado no projeto arquitetônico. São confirmações técnicas de exequibilidade e eficiência, com margens de segurança.

As estruturas, instalações elétricas e hidrossanitárias costumam representar juntas de 30 a 47% da obra, dependendo de porte da obra e outros fatores.

Um item superdimensionado pode gerar custos extras de mais mais de 40%, outros mais de 100%. Um vergalhãode aço de 6m, por exemplo, tem uma diferença de custo que pode passar de 35% entre a bitola 10 mm e a de 12 mm.

Considerando que o investimento em projetos complementares é de cerca de 5% (arquitetônico e complementares juntos variam de 5 a 12%, segundo estudos) e que esses projetos também podem gerar economias de mais de 10%, fica claro entender o quanto vale a pena investir mais antes de começar a construir, investir mais na etapa de planejamento para ter precisão na execução e consequentemente economizar muito!

Obs: Antigamente as edificações eram construídas com tentativa e erro, a partir da experiência adquirida. Da matemática, física e química aplicadas ao contexto da construção, foi criada uma ciência construtiva que estuda o comportamento dos materiais e sistemas construtivos: a engenharia civil surgiu daí.

3 Saiba onde investir mais para investir menos a longo prazo.

Homem de Negócios que Carrega Moedas

Existem componentes e instalações que possuem difícil manutenção e envolvem outros itens da construção quando apresentam alguma deficiência. Principalmente considerando o sistema de alvenaria, mais comum no Brasil.

A instalação hidráulica e sanitária tem parte significativa abaixo do piso, sob um revestimento e concreto. Ou atrás de paredes, também revestidas. Uma manutenção para corrigir algum problema poderá acarretar numa reação em cadeia que envolverá muitos aspectos indesejados. Portanto, é bastante sensato investir numa instalação de qualidade e com garantias, desde o projeto aos produtos optados para a execução.

Telhado, instalações elétricas e estruturas também são componentes que demandam uma grande atenção.

4 Consulte preços em lojas especializadas, faça mais de um orçamento e não compre em cima da hora.

No mercado, produtos podem ter variações de valor mais de 100% entre os fornecedores. Um produto específico, do mesmo fornecedor, pode ser encontrado com uma diferença de valor entre revendedores diferentes que pode surpreender.

Lojas especializadas costumam comprar mais e ter maior circulação de produtos específicos, por isso costumam ter melhores condições de negociação. Na maioria das vezes isso é verdade, contudo vale sempre a pena pesquisar, porque não é difícil encontrar algo em promoção.

Lojas que vendem de tudo tem uma grande vantagem: comodidade. Contudo sempre vale a pena questionar quanto vale essa comodidade.

Comprar em cima da hora significa não pesquisar e se sujeitar a ter prejuízos. (mais uma vez a importância de um planejamento prévio deve ser lembrada)

Quer uma dica extra? Se estiver orçando pessoalmente os itens da sua própria obra, compare as diferenças de custos com o valor da sua hora de trabalho. Assim verá o quanto valeu ou não a pena gastar uma hora a mais para encontrar um orçamento com mais de R$ 300,00 de diferença, quiçá R$ 800,00.

5 Faça seu dinheiro render, se não há desconto à vista, divida para poder ter sempre recursos em caixa e poder aproveitar oportunidades de momento.

Você já ouviu aquela frase: “o preço a vista é esse mesmo”, logo depois de pedir um desconto?

Então considere que se não vai fazer diferença pagar à vista ou à prazo, saber gerenciar seus recursos é muito importante.

Empresário que Desenha Gráfico Financeiro

Compras com desconto à vista só podem ser aproveitadas com dinheiro em caixa e eventualmente, a porcentagem que você deixou de ganhar numa compra pode te ajudar ou atrapalhar em outra, considerando o fluxo do caixa. De 5 em 5% de 600, 300 ou 1500 reais, você economiza 5% de 100.000 reais.

Faz diferença?

6 Negocie: descontos à vista e cobertura de propostas.

Existem empresas que oferecem descontos à vista e outras que além do desconto, te oferecem a opção de parcelar este valor em 2 vezes, por exemplo, gerando mais possibilidade de aproveitar oportunidades de momento.

Outras cobrem propostas de concorrentes. Se existe esta opção, não há porquê não aproveitar se a diferença for significativa. Desde que isso seja feito com ética.

7 Fique de olho em marcas que querem ser a líder de mercado.

Fornecedoras de produtos vivem em concorrência. Nesta concorrências vários “valores” entram em consideração. Preço e qualidade são dois destes valores.

Fique sempre atento às marcas que estão em segundo lugar e buscando ser o primeiro, ou mesmo só bem reconhecidas. Várias delas compensam a diferença de renome com preço.

Algumas podem ter qualidade similar ou até superior.

gloved hand

Uma dica extra sobre isso: Fornecedores locais podem ser uma ótima opção também. Mesmo sem grande renome, podem ter muita qualidade e valor de mercado atrativo.

8 Estoque com segurança.

Infelizmente vivemos num país com índices de segurança preocupantes no momento.

Para garantir que não tenha que comprar nada mais de uma vez, evite estocar se não puder fazê-lo com segurança. Isso pode ser a diferença entre comprar mais de uma vez um produto ou não.

Containers alugados ajudam muito neste aspecto.



Gostou do conteúdo? Achou que agregou valor?
Siga o GM e compartilhe as informações com alguém que possa aproveitá-las também!
Obrigado por ler!

Quer entrar em contato? Tire dúvidas a respeito e deixe suas considerações na caixa de diálogo abaixo ou entre na aba contato e comunicação no menu superior!

Faça parte da nossa lista de emails para receber conteúdo em primeira mão =]

Advertisements