Está com o terreno limpo e pronto para ser utilizado? Ótimo, então está na hora de começar. Tenha sempre o projeto arquitetônico e o alvará de construção em mãos, são documentos que comprovam a legalidade do processo construtivo.

Obras devem ter um responsável técnico pelas mesmas, então conte com a assessoria de um profissional já capacitado e com experiência na área.

Bom, com o terreno limpo já temos a possibilidade de executar vários procedimentos de partida: conferir os níveis do terreno, nivelar, murar e fechar com tapumes caso o terreno esteja aberto, elaborar o gabarito para locar a obra, dentre outros. Porém para os procedimentos de construção em si, como murar o terreno, precisamos de água. Ou seja, o primeiro passo na verdade é instalar a rede de água e esgoto conforme as normas dos órgãos locais responsáveis.

Alguns terrenos já são entregues com a ligação da rede de água e esgoto e da rede elétrica, porém isso só é uma prática viável em condomínios. Em terrenos situados em bairros tradicionais da malha urbana, abertos, não é uma prática viável, até por questão de segurança, para evitar uso indevido por terceiros e roubo dos recursos instalados.

Existe um projeto padrão de instalação de cada tipo de rede, é possível adquirir o exemplar do modelo de execução exigido no órgão administrador da sua cidade. No caso apresentado, se trata do SAAE.

wp_20141022_001
Caixa sendo locada no solo

Para tal foram executadas as escavações no solo a fim de locar as caixas e canos internos (os externos são ligados pelo SAAE), bem como paralelamente foram executadas as valas para execução da cinta da base do muro de fundos e seus pilares, além da furação para as estacas de madeira para fixação do tapume de frente.

wp_20141023_006
Perfuração no solo para instalação da cinta e sapata dos pilares da base do muro

Como é possível notar na foto abaixo, foram recebidos e locados no terreno os materiais de construção e um container para guardar materiais valiosos, ferramentas e afins.

wp_20141022_002
Locação das estacas de madeira para fechamento do tapume frontal e recebimento/locação dos materiais de construção.
wp_20141022_008
Fixação do tapume frontal

Por questões de segurança, é importante comprar apenas o que for usar e usar imediatamente, até que a situação de controle de acesso ao terreno esteja mais favorável. Infelizmente assaltos à obras são constantes e uma triste realidade.

wp_20141030_001
Finalização do padrão de água. 

O padrão de água com o registro foi executado utilizando água fornecido pelo vizinho, contudo existe a opção de solicitar um caminhão pipa para fornecimento de água e encher um ou dois barris de 200 litros de água previamente adquiridos.

Uma vez que existe histórico de interrupção no fornecimento de água neste bairro, foram adquiridos dois barris de 200 litros para auxiliar o armazenamento da mesma durante a obra.

Por se tratar de um serviço a ser agendado e depender de espera do órgão responsável, a ligação de água é um item que deve ser devidamente planejado para evitar ociosidade na obra e consequente prejuízo com a mão de obra.


Gostou do post? Tem dúvidas ou comentários? Deixe uma mensagem abaixo e lembre de seguir o blog.

Advertisements