Garagem contemporânea – Tendência

Uma garagem pode ser mais que uma garagem.

Garagens ocupam áreas muito significativas em uma casa. Duas vagam ocupam facilmente 30 metros quadrados ou mais. São espaços grandes e praticamente somente destinados ao abrigo dos veículos.

Uma das virtudes da arquitetura é otimizar espaço nas edificações, identificando potencialidades e adicionando funcionalidade à espaços ociosos, subutilizados.

Tendências costumam surgir para solucionar problemas e refletindo um pensamento que caminha (tende) a se tornar dominante.

Atualmente a função de lazer ou de área social, tem começado a ser agregada ao espaço da garagem, aproveitando sua grande área disponível e geralmente posição privilegiada na edificação. Nas grandes mostras de arquitetura e decoração do país, a garagem já é um espaço apresentado de forma criativa, inovadora e mais funcional.

Essa nova função do espaço pode aparecer através da criação de uma nova área de social, complementar à já existente da casa, como um lounge ou algo do tipo, ou simplesmente utilizando o espaço disponível para ser o espaço de lazer da casa, evitando a construção de um espaço novo só para isso, demandando mais área e investimento para tal.

Essas duas principais possibilidades devem acabar representando uma vertente para o alto padrão (como espaço social extra para a casa) e outra para o padrão geral de mercado (utilização da garagem para criação do espaço de lazer/social da casa).

Neste post, apresento um exemplo de um espaço de garagem que foi aproveitado para a criação de um espaço de lazer complementar ao já existente da casa, um espaço reservado para receber amigos e com temática específica, no conceito man cave.

Neste exemplo, a demanda inclui um ambiente para jogos utilizando tv, bancadas para socializar, telão para assistir jogos, bancada com pia e cooktop de indução, espaço para frigobar, local para guardar bicicletas e objetos destinados à pratica do ciclismo, decoração com temática voltada ao ciclismo e motociclismo sob ótica contemporânea e clean.

Uma das premissas da arquitetura desse projeto era ter um layout flexível, que pudesse ser alterado para caber mais carros em caso de visitas. Por isso, as bancadas propostas não são fixas e podem ser deslocadas sempre que necessário.

A flexibilidade também é uma característica muito válida para o planejamento contemporâneo da arquitetura, permitindo que a edificação acompanhe a história e possíveis mudanças de seus proprietários/usuários.

Com todas as possibilidades de agregar valor a um espaço tradicionalmente subutilizado da casa, é fácil perceber que uma garagem pode ser mais que uma garagem.

Seja com uma bancada com pia e churrasqueira ou uma estrutura super elaborada para o ambiente, uma garagem pode ser bem mais funcional do que apenas um espaço para guardar carros.

A arquitetura adequa espaços ao uso humano de forma personalizada e contextualizada com cada realidade e escala de projeto. Uma das virtudes dessa ciência é investigar, estudar e propor otimização dos espaços em função de potencialidades ou patologias identificadas.

Projeto: Gabriel Marinho e Letícia Almeida.

Espero que este post tenha agregado valor!

Se inscreva no site para receber atualizações de conteúdo.

Processando…
Successo! Você está na lista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: